Mélanchon: “Lula é preso político e o judiciário brasileiro é instrumento dos Estados-Unidos”

Lula melanchon

O líder político do partido La France Insoumise (LFI) e deputado francês, Jean-Luc Mélanchon, denunciou a “judicialização do mundo”, falando sobre a ditadura que o judiciário tem estabelecido em todos os países, onde, passando por cima dos direitos democráticos da população, perseguem as dissidências políticas, invadem casas de forma ilegal e cometem uma série de outras arbitrariedades.

Ele mesmo foi alvo destas perseguições, na frança, onde teve sua casa invadida, ao estilo do que aconteceu na América Latina, com diversos dirigentes da esquerda, como na Argentina com Cristina Kirchner e no Brasil com o Lula.

Inclusive, Mélanchon denunciou a perseguição de Lula, com quem se comparou para falar que o judiciário é usado para derrubar figuras políticas.  Disse que, enquanto Lula estava com 60% de intenções de votos, os “Estados-Unidos” bateram: usaram o judiciário para impedir que ele se candidatasse.

Todo mundo sabe. Até os políticos franceses. Lula é um preso político do imperialismo que deu um golpe. Por isso, é preciso aumentar a mobilização política em torno da liberdade do Lula.