Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Depois de implementar um corte de investimentos com a PEC 55 (também conhecida como “PEC do teto”), com redução de salários e congelamento de gastos públicos, que na prática significa uma política de terra arrasada, o banqueiro e ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, anunciou nesta segunda-feira (19) que pretende onerar a folha de pagamento dos trabalhadores de determinados setores da economia para arrecadar recursos para a intervenção militar no Rio de Janeiro.

A ideia é modificar o projeto de lei 8456 de 2017, que trata da redução das renúncias fiscais em relação à folha de pagamento.

O projeto seria uma das 15 prioridades do presidente golpista Michel Temer, também conhecido popularmente como “Vampirão”, para, em tese, equilibrar as contas públicas.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas