Menu da Rede

A eleição mais democrática seria entre Lula e Bolsonaro

Mais um golpe à vista

MBL revela a farsa: direita quer ir à rua para barrar Lula

MBL e direita frente-amplista, ambos bolsonaristas enrustidos, querem golpear o povo mais uma vez ao manipular as mobilizações para atacar Lula.

O superpedido de impeachment é oportunismo da burguesia contra o povo. – Foto: Reprodução

Com a crise do bolsonarismo e o aumento de popularidade de Lula e o retorno do povo às ruas, a direita e extrema-direita articulam o sequestro das mobilizações e aumentam seus arsenais de demagogia no palanque político atual. Após as grandes manifestações de rua contra os ataques e atitudes genocidas do presidente golpista Bolsonaro, que burocratiza a compra das vacinas, superfatura suas compras, ensaia privatizar as riquezas do país e deixa morrer mais de meio milhão de brasileiros, essa direita percebeu que Lula é a alternativa que pode vencer as eleições já no primeiro turno.

Diante da possibilidade de a esquerda voltar a comandar o país, a direita agora, depois de apoiar Bolsonaro nas eleições fajutas de 2018, de ter apoiado o golpe contra Dilma e a prisão ilegal de Lula, vem infiltrar o verde-amarelismo, símbolo do fascismo brasileiro, nas manifestações da esquerda. A esquerda pequeno-burguesa, sem entender essas manipulações ou se fazendo de desentendida, está caindo nesse conto de fascistas e se unindo com eles para combater o fascismo junto com fascistas do como Kim Cataguri (DEM e MBL), Joice Hasselmann (PSL), Alexandre Frota (PSDB) e muitos outros políticos de extrema-direita, apoiadores da cartilha neoliberal e bolsonarista. A aliança da esquerda pequeno-burguesa com esses políticos reacionários é uma verdadeira orgia da frente ampla para limpar a direita neoliberal, que apoia a privatização da Eletrobrás, da Petrobrás, dos Correios e que foi a favor do fim da previdência pública e da reforma trabalhista, que está acabando com os poucos empregos que existem no regime capitalista.

Na última quarta-feira, 30, em Brasília, com amplo destaque da imprensa golpista e reacionária, foi protocolado o 121º pedido de impeachment contra Bolsonaro. Antes, todos esses políticos direitistas abortaram os antigos pedidos, mesmo com Bolsonaro já praticando todas as maldades contra o povo brasileiro e sinalizando que iria intensificar os ataques. Agora, com a iminência das eleições e a queda vertiginosa do presidente nas pesquisas, com a massa popular nas ruas pedindo o fim do governo Bolsonaro, essa direita cínica e fascista procura se unir com a esquerda para manipular o movimento e ver se constrói uma terceira via que não seja Lula e nem Bolsonaro. O MBL, movimento fascista que prega o ódio às esquerdas e ao povo brasileiro, lançou um card pedindo o impeachment de Bolsonaro, se não Lula pode voltar. Esse é o motivo para esses fascistas estarem contra Boslonaro: impedir mais uma vez a chegada de Lula, o maior líder popular do Brasil nos últimos 40 anos, em condições de desmoronamento do regime político para desestabilizá-lo ainda mais.

WhatsApp Image 2021 07 01 at 01.15.32

PDT, MDB, PSDB, PSB, DEM, etc, todos esses partidos golpistas, além do MBL, estão dispostos a prejudicar mais uma vez a esquerda, sobretudo o PT e sua ala lulista, sendo o único partido de esquerda com possibilidade de derrotá-los nas eleições. Ver fotos desses fascistas com partidos que buscam representar os trabalhadores é uma aberração, um perigo para as mobilizações populares. A direita, fingindo ser contra Bolsonaro, com discurso demagógico, quer neutralizar a partidarização necessária do movimento e dominar os atos, usando a bandeira verde-amarela, um símbolo nacional, ou seja, “de todos”, para tirar o vermelho e a luta da população. Se esses golpistas forem vitoriosos nessa estratégia, o prejuízo para a esquerda será inestimável, uma vitória dos reacionários. Essa turma ainda não venceu, mas se a esquerda pequeno-burguesa não acordar o resultado pode ser catastrófico para o movimento do Fora Bolsonaro, inclusive beneficiando o próprio fascista que nos governa.

O Partido da Causa Operária, único a estar nas ruas desde sempre, sobretudo quando começou a pandemia, estimulou as mobilizações frente à inércia da esquerda e das direções sindicais, não quer necessariamente o comando das mobilizações para si, porém não quer vê-las sabotadas e manipuladas por esses golpistas que agem diariamente contra o povo e a favor da burguesia, podendo inclusive se aliar novamente com Bolsonaro contra Lula. O PCO não assinou o “superpedido” de impeachment, essa orgia, aberração política.

O MBL e todos esses golpistas da direita devem ser escorraçados das mobilizações. Não precisamos deles para derrotar Bolsonaro, nem das instituições burguesas, todas elas bolsonaristas, dispostas a atacar mais uma vez a população. No legislativo, a CPI pode ser apenas um palanque político, pois a maioria dos deputados é da direita. A justiça eleitoral, os grandes meios de comunicação monopolistas, o STF e o Congresso Nacional estão preparados para agir como agiram em 2016 e 2018. Enfim, os trabalhadores não podem acreditar nessas instituições.

Para derrotar Bolsonaro, necessitamos, sim, é do povo nas ruas, com suas camisas e bandeiras vermelhas, com os respectivos programas de luta dos partidos de esquerda e com a presença de Lula para afastar esses oportunistas. A ideia de golpear juntos e marchar separados não pode ser desse jeito feito com o superpedido. Devemos golpear, junto com os partidos de esquerda, o inimigo, mantendo sua independência programática, sem nenhuma aliança com os fascistas, pois a traição pode vir a qualquer momento.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.