MBL, a polícia das eleições: mesmo preso, Lula continua sendo perseguido

luladidasampaio

A direita golpista continua a sua campanha de perseguição politica contra o ex-presidente Lula, mesmo este estando preso e impugnado das eleições. O que, na realidade, e apenas uma confirmação de que a questão central na luta contra o golpe continua sendo a luta pela liberdade do ex-presidente.

Em um post publicado em sua página no facebook, o movimento coxinha, MBL, Movimento Brasil Livre, apresenta um suposto panfleto do PT onde aparece o nome de Lula como candidato a presidente, com o numero 13, e pede para que as pessoas denunciem o fato e encaminhe para um e-mail do movimento, feito especificamente para isso.

A campanha do MBL demonstra o papel policialesco da direita, de seus movimentos e instituições contra a esquerda, principalmente contra o PT e Lula. Tal fato é típico de um estado de exceção, onde uma política de terrorismo e adotada contra todos aqueles que se opõem a ditadura imposta. E preciso destacar e denunciar que a perseguição contra Lula pelo judiciário é parte do aprofundamento do golpe de estado, o qual pretende anular completamente a principal liderança popular do pais.

É preciso reagir a essa tentativa de intimidação e repressão da direita. A única forma é por meio da mobilização popular. É preciso enfrentar a direita nas ruas, contra o golpe de estado e em defesa da liberdade do ex-presidente Lula.