Urgente
Sobe para 23 o número de pessoas assassinadas pela Polícia e o Exército boliviano desde o dia 20 de outubro, quando Evo foi derrubado
Mais-4-pessoas-assassinadas-pelos-golpistas-na-Bolvia
4 das 7 pessoas assassinadas em Sacaba, Cochabamab: twitter Marco Teruggi |

Da Redação (Atualizado 00:23, quando subiu de 4 para 7 o nº de mortos) – Na tarde desta sexta (15) 7 pessoas foram mortas em Sacaba, Cochabamba, pela polícia o Exército, que estão reprimindo os protestos contra o golpe de Estado na Bolívia.

É uma tentativa de usar de brutal violência para acabar com as manifestações populares, que exigem a derrubada dos golpistas e a volta de Evo Morales ao governo da Bolívia.

Com as 7 mortes em Sacaba-Cochabamba, sobem para 23 o número de pessoas assassinadas pela Polícia e o Exército bolivianos desde o dia 20 de outubro, segundo informações da Radio Kawsachun Coca 99.1 FM.

Na quarta-feira (13), a Produradoria Geral informara 10 mortos até então, oito deles por projéteis de armas de fogo. Os dados foram confirmados pelo diretor do Instituto de Investigações Forenses (IDIF), Andrés Flores.

O IDIF realizou a análise forense de dez corpos a nível nacional. Quatro são de Santa Cruz, três de Cochabamba, dois de La Paz e um de Potosí. Do total de casos, oito perderam a vida por projéteis de armas de fogo.”

Somado a elas, foi confirmada a morte de um jovem de 20 anos na cidade de Montero, no leste de Santa Cruz, por disparo de arma de fogo e na mesma região, em Yapacaní a de uma pessoa não identificada, de 16 a 20 anos, que morreu da mesma forma.

Considerando que são dados oficiais, já devem haver muitas mais pessoas assassinadas vítimas do golpe militar fascista dado na Bolívia. O que mostra que o governo golpista só pode se manter através da violência contra o povo e que portanto, só resta ao povo intensificar as mobilizações para se defender da ofensiva dos golpistas.

Relacionadas