Massacre de Suzano: nazismo era inspiração de atiradores, diz portal

werther-santana

Da redação – Os dois jovens responsáveis pelo assassinato de oito pessoas na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP), na manhã de hoje (13), tinham simpatias pelo nazismo e acreditavam que “bandido bom é bandido morto”.

Esse é o relato de estudantes ouvidos pelo portal Jornalista Livres. Além disso, diz o jornal, Guilherme Monteiro (17 anos) e Luiz Henrique (25) defendiam a pena de morte.

Os dois teriam cometido suicídio logo após o massacre, segundo a versão das autoridades policiais.