Marketing do governo gasta R$ 22 milhões do orçamento da saúde

posto-sade-vacinao

Com vistas a melhorar – sabe-se lá como – a imagem de seu governo ilegítimo, o Presidente usurpador da República Michel Temer resolveu retirar cerca de R$ 22 milhões em recursos públicos do orçamento do Ministério da Saúde, para fazer propaganda política dos dois anos do golpe de Estado.

A princípio, a verba se destinava às campanhas de vacinação, febre amarela e de doações de órgãos, e agora serve para patrocinar uma campanha publicitária do governo mais anti-democrático da história do país, e que está prevista para começar esta segunda-feira, dia 21.

Em meio a uma crise financeira sem precedentes, a prioridade dos golpista não é, nem nunca foi garantir a manutenção adequada dos serviços públicos à disposição da população, mas promover políticas que os perpetuem no poder, difundindo mentiras na televisão e nos jornais, na tentativa de enganar as pessoas, no sentido de que o golpe teria dado certo.