Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

A entrega da Embraer, uma das maiores fabricantes de aeronaves do mundo, ao domínio dos norte-americanos por meio de manobras aparentemente regulares significa, na prática, mais uma etapa de capitulação do golpe, destinada a atender aos interesses econômicos e estratégicos dos Estados Unidos.

Na tentativa de camuflar o crime de lesa-pátria, os golpistas criaram uma terceira empresa, chamada de joint venture, incumbida de administrar a linha de produção dos aviões comerciais da Embraer, e que será totalmente controlada pela empresa norte-americana Boeing, detentora de 51% do capital.

Além disso, concederam à mesma Boeing quase 90% da empresa que será diretamente responsável pela produção dos jatos, e que estará sob a administração da joint venture acima mencionada, dominada pelos estrangeiros.

Em outras palavras, a soberania do país, seus recursos naturais, seu patrimônio tecnológico e humano, encontram-se cada vez mais submetidos aos interesses dos norte-americanos, maiores patrocinadores e beneficiários do golpe de estado de abril de 2016 no Brasil.

Somente com a mobilização popular será possível reverter esta situação e retomar tudo aquilo que os golpistas estão roubando do povo brasileiro.

É necessário tomar as ruas, colar cartazes, distribuir panfletos, orientar a todas as pessoas sobre o que realmente está acontecendo no País.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas