Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Segundo o ministro do TSE, Luiz Fux, o combate às ditas “fake news” será feito por meio dos “veículos de imprensas confiáveis” -lê-se: continuará sendo controlado pelo monopólio da imprensa golpista- o que fora alegado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) consiste na ideia de que tais veículos da imprensa burguesa farão parceria com o mesmo servindo como fonte primária para o combate das noticias falsas, além do fato que o Ministério Público junto à Polícia Federal irão se integrar ao Conselho Consultivo do TSE onde será estudado o problema.

O que na verdade fica explícito, se dá por uma clara inciativa de manter todo o controle eleitoral nas mãos da manipulação da Rede Globo. O que reitera o fato que as eleições já estão sob um viés fraudulento por já estar sob um golpe de Estado e por mais esse claro movimento dos golpistas de concentrarem as informações eleitorais por um um único veículo de imprensa, logo o candidato não pode fazer a própria divulgação ou por meio de outro canal, sabendo que a imprensa golpista é quem está a cargo de “cobrir” tudo.

A todo momento em sua fala sobre a parceria com a imprensa, Fux afirma que a mesma será principal aliada no quesito de avaliação para a veracidade das notícias para desbancar as “fake news”, deixando cada vez mais evidente seu caráter de fraude. Ou seja, o TSE está dando sinal verde para que a imprensa burguesa julgue como bem quiser as notícias, pois ela tem os plenos poderes quando se trata da veracidade dos fatos.

É preciso acabar com o monopólio da imprensa burguesa que está a serviço dos golpistas. Por uma imprensa livre e independente feita por trabalhadores para trabalhadores, somente a classe trabalhadora organizada e de maneira consciente irá derrotar o golpe e todo esse monopólio.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas