Manifestantes em Londres protestam contra a prisão arbitrária de Julian Assange
assange1
Manifestantes em Londres protestam contra a prisão arbitrária de Julian Assange
assange1

Um grupo de aproximadamente 40 ativistas, na maioria latino americanos de diversos grupos em Londres incluindo militantes do PCO, estiveram hoje no presídio de Belmarsh, onde o fundador do Wikileaks Julian Assange permanece sob custódia desde que foi retirado da embaixada do Equador em Londres e preso pela polícia metropolitana após ter seu direito de exílio retirado de forma covarde pelo presidente ilegítimo do Equador Lenin Moreno.

O grupo protestou em frente ao presídio, também conhecido como “Guantánamo inglês” por manter presos políticos de forma ilegal, sem acusações ou julgamento, e exigiu das autoridades locais uma garantia de que todos os direitos de Assange sejam cumpridos.

Aos gritos de “Liberdade para Assange”, “Fora imperialistas” “Moreno traidor” e “Não à extradição” entre outros, o grupo se aproximou da entrada principal do presídio desrespeitando as instruções dos oficiais presentes até que uma pessoa se identificando como o diretor do complexo saiu e garantiu ao grupo que Assange estava bem e gozava de todos os direitos previstos em lei.

O grupo também expressou solidariedade ao preso político Lula, Cesari Baptisti e a todos os presos políticos.

Após a manifestação os manifestantes concordaram que as próximas ações deveriam ser focadas em pressionar os parlamentares britânicos para que estes não aprovem a extradição de Julian Assange, pois trata-se de uma ação ilegal e que tem como único objetivo perseguir politicamente um jornalista que apenas fez seu trabalho de informar ao mundo as atrocidades e crimes cometidos pelo império norte-americano.

Uma carta intitulada “Liberdade para Julian Assange” também foi preparada e será enviada a todos os parlamentares britânicos para que se oponham a esta terrível arbitrariedade que apenas revela que uma ditadura global está sendo preparada com o objetivo de calar e intimidar qualquer pessoa que se atreva a desafiar o império norte-americano.