Manifestação nos EUA: neonazistas reúnem 30 pessoas e pedem ajuda de policiais para não apanharem de antifascistas

neonazistas

Da redação – Um pequeno grupo, insignificante, de nacionalistas supremacistas brancos marchou no centro de Washington neste domingo, 12, a caminho da Casa Branca. Organizados pelo grupo Unite the Right (Direita Unida), que esteve por trás da manifestação neonazista de Charlottesville (Virginia) há um ano, desta vez pediram autorização para reunir 400 pessoas na praça Lafayette, em frente à residência presidencial, a partir de 17H30 e apenas duas horas.

Em oposição foi organizada uma marcha contrária indo direto ao encontro dos neonazistas que uniu milhares de manifestantes antirracistas, antifascistas que marcharam ao redor do parque em que se aglomeraram os 20 ou 30 supremacistas.

Para proteger os fascistas, o governo preparou um grande aparato militar, onde os grupos foram separados por cercas de metal e dezenas de policiais, mas a polícia também foi alvo de protestos por conta de um histórico recorte de violência policial contra a população negra no país.

Muitos dos “neonazis” carregavam bandeiras norte americanas, e vários usavam os chapéus da campanha “Make America Great Again” do presidente Trump. O grupo realizou também um mini-comício dentro do parque.