Coronavírus
Em nota divulgada à imprensa, a empresa multinacional brasileira White Martins expressou o interesse em importar cilindros de oxigênio da Venezuela.

Por: Redação do Diário Causa Operária

A multinacional brasileira White Martins divulgou nota, nesta quinta-feira (14), onde estuda a possibilidade de importar cilindros de oxigênio produzidos na Venezuela. A ideia é fornecer os equipamentos aos hospitais de Manaus, cuja situação é de colapso e catástrofe humanitária.

Há denúncias, relatos e vídeos que circulam nas redes sociais de que pacientes do COVID-19 estão falacendo por asfixia, uma vez que o oxigênio se esgotou. Uma enfermeira, desesperada ante a situação, afirmou que há muita gente morrendo.

A intenção de importar equipamentos da Venezuela chama atenção, uma vez que este país, um dos que mais se destaca no mundo em relação às políticas de combate ao coronavírus, é chamado pela imprensa capitalista e pelo governo Jair Bolsonaro (ex-PSL, sem partido) de “ditadura”.

Send this to a friend