Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
jo
|

Da redação – O propagandista de mentiras da extrema-direita, Arthur do Val, mais conhecido pela esquerda pelo apelido de “Mamãe Chorei”, protagonizou mais um episódio que comprova a covardia dos fascistas.

Na noite de ontem (29), ele foi provocar o ato na Faculdade de Direito do Largo São Francisco (USP), em São Paulo, em solidariedade ao ex-deputado Jean Wyllys (PSOL), que fugiu do Brasil devido às perseguições da direita, e acabou rechaçado pelos militantes que estavam presentes.

Mamãe Chorei fez provocações à esquerda em pleno ato da esquerda, mas os militantes reagiram e o expulsaram do local. O coxinha teve de se esconder atrás da polícia, onde se sente seguro, uma vez que a polícia sempre está presente para proteger os fascistas.

Esse é mais um caso que mostra que a esquerda deve se organizar para expulsar os fascistas de todos os lugares que eles estejam para provocar e atacar os operários. Não se pode tolerar que a extrema-direita tome conta dos locais, como as ruas e locais públicos, que sempre pertenceram ao povo.

A solução para derrotar o fascismo, antes que ele se espalhe por toda a sociedade, é a organização e mobilização dos trabalhadores e demais setores populares, enfrentando os agrupamentos fascistas para que a besta do fascismo não levante a cabeça nunca mais.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas