Malas de dinheiro, ovo comprado a R$ 12: PSDB roubou a merenda das escolas de SP

merenda

O PSDB, sucursal oficial do imperialismo norte americano no Brasil, continua fazendo jus à essa posição. Sua política anti popular, que passa pelas mais criminosas privatizações e sucateamentos dos serviços públicos, agora também ataca as criancinhas que dependem da alimentação da merenda escolar nas escolas públicas no interior do País.

Para facilitar os desvios de verbas para a merenda, o partido tucano é um grande articulador da famigerada “Máfia da Merenda”, um grande esquema de assalto à população pobre e carente. Na prefeitura de Tietê – SP o roubo foi praticamente à mão armada, pois o esquema de superfaturamento de gastos com a alimentação escolar elevou o preço de uma unidade de ovo R$ 12,15. Uma verdadeira sátira com a população que depende dessas refeições.

Dessa forma, de uma maneira mais ampla no caso do ovo mais caro do mundo, o desvio de verba superou as cifras de R$ 366 mil. O escândalo também se estende para outras licitações públicas como a limpeza, material e uniforme escolar. Com a picaretagem tucana, o mito da “galinha dos ovos de ouro” ganha sentido e destrói o atendimento das escolas públicas para a população pobre, transformando-se no “tucano dos ovos superfaturados”.

A máfia da merenda atua nos estados de São Paulo, Paraná, Bahia e Distrito Federal. Envolve prefeitos e ex prefeitos de diversas cidades dos mencionados estados. No País do golpe de Estado contra o PT e a população trabalhadora, ser ladrão vinculado com os tucanos é sinônimo de status e bico calado da imprensa burguesa sobre sus ilícitos.

O golpe de Estado, que derrubou Dilma, prendeu Lula, interveio militarmente no Rio de Janeiro e fez a medidas de austeridade contra a população; permite esse tipo de imoralidade contra a merenda das criancinhas e a população pobre. Enquanto o golpe de Estado e todos esses retrocessos não forem derrotados, a situação tende a piorar. Greve geral por tempo indeterminado até a anulação do golpe.