Major Olímpio, bolsonarista eleito senador, vai insistir na extinção das torcidas organizadas

olimpio

O fascistóide e direitista Major Olímpio, ainda como deputado federal, foi o autor do Projeto de Lei nº 1587/15 que propõe a extinção das torcidas organizadas dos estádios nacionais. O militar acaba de ser eleito senador pelo estado de São Paulo, com mais de 9 milhões de votos, o que, em tese, lhe confere ainda mais poderes para levar adiante seus intentos reacionários no senado federal, a casa parlamentar conhecida e marcada por abrigar o que há de pior e mais sinistro na política do país.

O militar é coordenador nacional da campanha do candidato da extrema-direita Jair Bolsonaro, que lidera as intenções de voto para a corrida presidencial em segundo turno. Desde quando apresentou seu projeto propondo o banimento das “organizadas”, Olímpio faz campanha atacando o direito dos torcedores em se associar livremente. Já como futuro senador, o Major reafirmou, em entrevista ao jornal golpista Folha de São Paulo, seu desejo de continuar “trabalhando” para a aprovação do PL que extingue as torcidas organizadas. “Vou prosseguir com ele (projeto de extinção das organizadas). As torcidas organizadas surgiram como grupos para apoiar os times, mas se tornaram organizações criminosas que colocaram os clubes e os torcedores como reféns. Organizadas de São Paulo fizeram até campanha para não votar em mim, porque se tornaram esses antros que geram violência. São fachadas para o crime”, afirmou Major Olímpio (site Nossa Política, 10/10).

Os representantes do “bolsonarismo” eleitos ao congresso nacional através do processo eleitoral mais fraudado da história recente do país já sinalizaram muito claramente a serviço de que interesses estarão atuando no parlamento. O mandato desta malta de criminosos direitistas será utilizado para atacar e destruir os direitos democráticos das massas populares, ao mesmo tempo que estarão alinhados ao conjunto dos demais reacionários das outras legendas e sublegendas de aluguel na Câmara e no Senado para atacar ainda mais os interesses da nação, o patrimônio público e a soberania nacional.

As torcidas organizadas de todos os clubes, em todo o país, devem não só repudiar as investidas da direita reacionária contra o livre direito de se associarem, como devem organizar um vigoroso protesto nos estádios, com atos e manifestações exigindo a imediata revogação do PL reacionário do Major bolsonarista.