Mais uma vítima da PM: criança de cinco anos morre atropelada em perseguição policial

atropela-pm-aricanduva-21042019160907546

Um dos resultados mais evidentes da ascensão da extrema-direita ao poder por meio da fraude eleitoral é o total descontrole do aparato repressivo do Estado. As polícias estão agindo contra a população como se existisse de fato uma ditadura aberta na qual receberam carta branca para uso da força. Cresceu o numero de execuções, invadiram escolas e agrediram alunos, arrastaram e espancaram professores, dentre diversas outras monstruosidades. Leandro Mauricio dos Santos, uma criança de cinco anos, foi mais uma vítima clima instituído. Para sua infelicidade encontrou com a Polícia Militar de São Paulo, essa corporação assassina, e não sobreviveu.

Leandro e a mãe, que se encontra em estado grave no hospital Santa Marcelina (zona leste) foram atropelados por uma viatura da PM no último sábado (21) por volta das 19:45, na região de Aricanduva, zona leste, periferia de São Paulo. Faro conhecido de todos é que a polícia vai à periferia para barbarizar, esse assassinato é resultado brutal de repressão contra a população pobre.

Os assassinos, em alta velocidade, afirmaram que perseguiam suspeitos de um assalto, quando perderam os sentidos, os dois que estavam na viatura ao bater em uma valeta, passando por cima de mãe e filho e só parando quando bateram em um poste. Testemunhas inclusive, que não foram arroladas na ocorrência, afirmaram que os policiais que chegaram após o acontecido atenderam primeiro os policiais e somente depois mãe e filho caídos na calçada.

Evidentemente, que não se trata de um mero acidente, é o descontrole, a violência e o barbarismo que afloram do aparato de repressão alimentados pela extrema-direita hoje no poder.