Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Captura de Tela 2018-10-17 às 09.02.29
|

Da redação – Uma travesti foi assassinada a facadas na madrugada desta terça-feira (16), próximo a Praça da República no Centro de São Paulo. Testemunhas ouvidas pela polícia relataram que o crime aconteceu logo após uma breve discussão, na qual foram ouvidos gritos com o nome do candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro.

O socorro foi acionado por volta das 4h50 da madrugada. A vítima, ainda não identificada, foi levada pelo Corpo de Bombeiros ao Pronto-Socorro da Santa Casa, mas chegou já sem vida ao hospital.

O número de denúncias sobre ataques de bolsonaristas a travestis e homossexuais têm aumentado exponencialmente nos últimos meses, principalmente nas últimas semanas, depois que o candidato do PSL foi projetado pela burguesia como próximo possível presidente golpista do Brasil.

A extrema-direita levantou a cabeça. É necessário que os trabalhadores e as organizações operárias e populares se organizem para derrotar a ameaça fascista que ronda o País, formando comitês de auto-defesa para enfrentar os fascistas nas ruas por todos os meios necessários.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas