“Partido da Imprensa Golpista”
Para defender seu projeto de frente ampla com os golpistas, a Folha não poupa esforços para atacar aquilo que atualmente citam como “extremos” Lula e Bolsonaro
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
folha-de-sp
Folha de São Paulo, jornal golpista | Foto: Reprodução

A imprensa golpista, Folha de São Paulo, não se cansa de tentar destruir, vender e entregar o Brasil. Mais uma vez o jornal venal, saiu em defesa dos interesses dos imperialistas contra o país. E para isso chegou a comparar e igualar o Partido dos Trabalhadores com o presidente ilegítimo Bolsonaro. Em uma matéria intitulada “Bolsonaro se junta ao PT em oposição a projeto que facilita venda de terras a estrangeiros”, o jornal que apoiou a ditadura militar de 1964 classifica que o PT e o Bolsonaro, tem a mesma posição em relação a venda de terras brasileiras para estrangeiros.

É claro que esse tipo de manchete tem como objetivo aquilo que se ouve muito na imprensa burguesa e nas redes sociais dito pelos direitistas de que é preciso “isolar os extremos”. Logo, Bolsonaro e PT seria a mesma coisa, tentando utilizar o espantalho do presidente fascista em detrimento do PT e em favor da frente ampla, frente essa defendida abertamente pela Folha. Essa imprensa direitista tem trabalhado arduamente para que se concretize essa frente ampla que une setores da “esquerda” aos partidos de direita e até mesmo de extrema direita.

Os ataques da Folha ao PT nunca foram novidade, inclusive o papel desse jornal diante do golpe de Estado de 2016 e todo seu estardalhaço em favor da prisão de Lula é muito claro. E mostra bem de que lado está e quais são os objetivos da imprensa em relação ao Brasil. Em suas redes sociais a presidente do PT, Gleisi Hoffmann respondeu a manchete do jornal da seguinte forma, “É patético o esforço da Folha para justificar o apoio que deu ao golpe e à eleição de Bolsonaro. Misturem mas não confundam! Esse filho é de vocês”.

As tentativas da Folha em colocar Bolsonaro e o PT como sendo uma coisa só, visa diretamente as eleições presidenciais de 2022. É óbvio que com esse tipo de matéria vem sendo utilizada, manipulada e repetida por todo o Partido da Imprensa Golpista (PIG), procurando colocar a população a reboque dos partidos de direita tentando emplacar um candidato a presidência, que não seja tão sujo quanto o Bolsonaro e nem tão “radical” quanto alguém do PT, que no caso deve ser o ex-presidente Lula.

O Projeto de Lei 2963/2019 que imprensa golpista utiliza para equiparar Bolsonaro e o PT é um grave ataque a soberania do país. O projeto autoriza a venda de terras brasileiras a estrangeiros na proporção de 25% do território de cada município. O que esse tipo de lei, se aprovada, pode trazer de consequências para a nação brasileira são sem precedentes e vai desde a capacidade de produção de alimentos até os valores astronômicos da terra caso um brasileiro queira recomprar. Isso pode aumentar em muito a desigualdade social e a concentração de riqueza que já são estratosféricos no país.

O autor do Projeto é Irajá (PSD-TO), segundo ele, é importante para estimular a economia, a geração de empregos e produção de alimentos no país. No entanto sabe-se bem o que está por trás desse crime contra a soberania brasileira, que já foi aprovado pelo Senado no último dia 15 de dezembro e agora segue para votação na Câmara. Os interesses estrangeiros não se restringem apenas as terras, o que se tem no subsolo pode ser muito mais valioso. Entregar as riquezas nacionais para estrangeiros é o projeto de toda a direita golpista. A Folha levantar essa questão com um tom de que os “extremos” o fascista Bolsonaro e o PT seriam contra medida, mostra a face imperialista do jornal.

Isso é o jornal que nos últimos dias tentar se passar por “democrático” e incentivadora da frente ampla com esses golpistas vendilhões da pátria, que nas últimas eleições estavam inflando a campanha a prefeitura de São Paulo de Boulos do PSOL. A frente ampla que eles querem para 2022 vale tudo, e vai desde partidos ditos de esquerda como PSOL, PCdoB, passando por uma ala direitista do PT, até o Novo dos banqueiros e o DEM da ditadura militar e tem figurões como Freixo, Ciro Gomes, Dória, Luciano Hulk, Fernando Henrique Cardoso, Flávio Dino, Temer, e por ai vai.

Fica escancarado que a frente ampla não passa de uma manobra, da imprensa burguesa junto a direita levando algum setor da esquerda para enganar a população, de que são democráticos ou estão lutando contra a extrema direita e o fascismo. Tudo isso não passa de uma farsa grotesca, na tentativa desesperada de colocar novamente no poder aqueles representantes da burguesia que jamais tiveram algum tipo de apoio popular. Não basta isolar o Lula e o PT, tem que atacar também o Bolsonaro para que no fim das contas a população escolha o “mal menor” entre uma possível eleição com um direitista “limpinho e cheiroso” e o grande representante do “mal supremo” que seria o Bolsonaro.

É preciso denunciar essa manobra golpista e esclarecer a população que nada que sai da imprensa como a Folha de São Paulo será bom para o povo. No caso da frente ampla que o jornal defende é mais do mesmo se não muito pior do que está no poder hoje, eles são contra classe trabalhadora e todos aqueles que são esmagados pelo capitalismo diariamente. E é importante deixar claro que eleições sem Lula é fraude, e que somente a mobilização popular tem o poder de restituir os direitos políticos do ex-presidente para que possa concorrer as eleições em 2022. Nenhuma ilusão em eleições controladas e manipuladas pela burguesia.

Nenhuma politica que favorece a população pode sair de uma politica e de políticos golpistas e que nunca defenderam os interesses nacionais. Muito pelo contrario, são capazes de tudo colocando seus interesses particulares e do capitalismo frente a qualquer tipo de defesa do povo brasileiro.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas