Siga o DCO nas redes sociais

Mais uma rodada de crise com o VAR no Brasileirão

A última rodada do Brasileirão demonstra que o VAR tem que acabar, os erros polêmicos deste final de semana aprofundam a crise sobre o árbitro de vídeo. A utilização do VAR no maior campeonato nacional do planeta abriu um grande debate sobre as arbitrariedades cometidas e sobre a necessidade manter sua implementação, desta vez as autoridades da CBF tiveram que se manifestar e prometeram explicações.

O árbitro de vídeo foi implantado com a promessa de acabar com as polêmicas geradas por lances duvidosos nos jogos de futebol, ou seja, o VAR acabaria com as injustiças provocadas por erros da arbitragem e resultaria em placares que correspondessem a uma suposta realidade apresentada pelas equipes. Mas já no primeiro evento que foi utilizado, Copa do Mundo de 2018, foi muito contestado, analises indicam que a seleção da França, que saiu campeã, foi favorecida de forma decisiva pelo VAR.

O Brasil, por sua vez, teve implementado a arbitragem de vídeo neste ano no Campeonato Brasileiro. A repercussão dos critérios bastante arbitrários de sua utilização tem sido bastante negativa e desta vez com polêmicas em pelo menos três jogos obrigou a CBF se pronunciar. No Palmeiras, que deixou de se igualar ao líder Santos, a reclamação foi total por um lateral invertido que originou o gol de empate da equipe do Grêmio de Porto Alegre. Já o Ceará reclamou de um penal não marcado que levaria ao empate no jogo de estréia de Daniel Alves com a camisa do São Paulo, que saiu vitorioso com gol do craque. O Fluminense também reclamou do não acionamento do VAR em dois supostos pênaltis cometidos no jogo contra o CSA.

Além de acabar com a emoção nas comemorações e tornar os jogos uma chatice, o árbitro de vídeo não gerou qualquer tipo de justiça nos resultados dos jogos, substituiu as polêmicas dos lances duvidosos pelo arbítrio e a manipulação aberta. Os jogadores são contra o VAR, os técnicos são contra o VAR e os torcedores são muito contra o VAR. É preciso uma grande campanha para combater essa medida que tem como intenção acabar com o futebol: fora VAR!