Mais uma revelação do futebol nacional está de malas prontas para a Europa

Flamengo v Internacional - Brasileirao Series A 2018

Os investidores capitalistas que controlam um dos maiores e mais tradicionais clubes de futebol da Europa e também do mundo, o Milan, da Itália, acaba de abrir os cofres para reforçar seu elenco, de olho na próxima temporada. O alvo da investida foi o jovem talento brasileiro revelado pelo Flamengo, o atacante Lucas Paquetá.

Os italianos têm uma preferência especial pelos craques brasileiros, sendo Paquetá mais um na lista de brasileiros que já envergaram a tradicional camisa “rossonera”. O fundo de investimentos americano Elliott é quem atualmente controla o clube, que já pertenceu ao milionário ex-primeiro ministro italiano, o direitista e mafioso Silvio Berlusconi.

O Flamengo aceitou a proposta de 35 milhões de euros oferecida pelos italianos, algo em torno de 152 milhões de reais pela cotação do dia. O Milan se antecipou às investidas de outro forte concorrente, o PSG, do brasileiro Neymar, que chegou a fazer “lobby” para que o time da capital francesa adquirisse o passe do atacante rubro-negro.

Lucas Paquetá é mais um jovem valor dos gramados brasileiros que parte para as arenas futebolísticas do velho continente, deixando um pouco mais pobre tecnicamente o nosso futebol. A desorganizada estrutura do futebol nacional, controlada pelas máfias alheias aos verdadeiros interesses do esporte mais popular do país, é a porta de entrada de outros  interesses, dos capitalistas, para destruir o futebol dos centros economicamente mais vulneráveis, como o Brasil e outras praças do continente americano.