Mais uma agência bancária do BB, em Brasília, em péssimas condições de atendimento

bb

A agência do Banco do Brasil Jardim Botânico, na Capital Federal, é um verdadeiro caos, tanto para os usuários quanto para os seus funcionários. Localizada no bairro mais nobre de Brasília, a agência do Banco do Brasil, Jardim Botânico, vem sendo considerada uma das agências piores de se trabalhar, também para ser correntista.

A agência vive lotada com longas filas, são poucos os terminais de autoatendimento, vários deles inoperantes com problemas técnicos. A época de seca neste período com elevadas temperaturas na cidade piora ainda mais o ambiente em que o sistema de ar condicionado não comporta a quantidade de pessoas dentro da agência. Além disso tudo a agência ainda tem pouco espaço físico para uma região com dezenas de milhares de moradores. A agência foi uma das poucas que sobreviveu com o processo de reestruturação feita pela direção golpista da empresa que já fechou centenas de agências no País inteiro.

A clientela não para de reclamar do número reduzido de funcionários, que estão obrigados a exercer a função de três pessoas ao mesmo tempo devida a falta de pessoal. Há por parte do governo golpista e seus prepostos à frente das empresas estatais uma clara política deliberada de sucateamento das empresas que visa única e exclusivamente entregar o patrimônio do povo brasileiro nas mãos dos banqueiros e capitalistas privados.

É preciso ter bem claro que a política de maior sucateamento do Banco do Brasil de demais empresas estatais é um artifício utilizado pela burguesia para privatizar as empresas e entregar para os capitalistas aumentando a exploração dos trabalhadores e da população, tal política foi utilizada em praticamente todas a empresas que foram entregues para os capitalistas, principalmente no governo de FHC (PSDB) tais como a Vale do Rio Doce, as Teles, Energia, Água e em todos os bancos estaduais.