Mais um passo do golpe: Moro persegue agora Guido Mantega

mantega

Da redação – O juiz federal golpista Sergio Moro – o Mussolini de Maringá – aceitou, nessa segunda-feira (13), a denúncia de corrupção passiva e ativa contra Guido Mantega, ministro da Fazenda nos governos dos ex-presidentes Lula e Dilma.

As acusações são de que o empresário Marcelo Odebrecht ofereceu dinheiro a Mantega e a outros ex-ministros para que influenciassem na edição das medidas provisórias 470 e 472, que beneficiariam empresas da Odebrecht.

No mesmo dia, Moro recusou denúncia contra Antonio Palocci, que vendeu uma delação premiada contra Lula em troca de que sua situação na Lava Jato fosse amenizada.

Fica claro mais um passo da operação golpista Lava Jato, encabeçada pelo golpista Sergio Moro, para desmontar o Partido dos Trabalhadores por meio de ataques àqueles que estiveram em algum momento ligado ao Partido. É mais uma operação do golpe de Estado, que atende aos interesses estrangeiros para que somente um partido alinhado ao imperialismo – como o PSDB e o DEM – possa controlar o Estado brasileiro.