Mais de um milhão afetados: segundo ONU, ciclone em Moçambique foi pior desastre natural a atingir o hemisfério sul

7b458316fba92fd75f13d9927cb82e7e

Da redação – Representantes das Organizações das Nações Unidas (ONU) disseram que o ciclone que atingiu Moçambique foi o pior desastre natural a atingir o hemisfério sul.

Segundo eles, mais de 1,7 milhões de pessoas foram afetadas. Uma total devastação. O ciclone deixou mais de 200 mortos e um monte de desaparecidos.

As cidades estão inundadas e totalmente destruídas. Lola Castro, do Programa Alimentar Mundial, afirma que em certos lugares a água está 6 metros acima do nível normal, pois o rio Buzi inundou. A província de Sofala e Beira, ambos em Moçambique, foram as regiões mais afetadas.

As operações de socorro estão dificultadas pela destruição das pontes e estradas. E em Moçambique haveria mais de 100 km de inundação.