Rompimento de barragem
Em meio à pandemia de coronavírus, moradores de Barra de Guabiraba ficam sem local para morar

Por: Redação do Diário Causa Operária

Pelo menos 1,2 mil pessoas ficaram desalojadas na cidade de Barra de Guabiraba após o rompimento da barragem de Sairé, localizada no Agreste Pernambucano. O rompimento atingiu outras cidades do Agreste e também da Zona da Mata, por onde passa o Rio Sirinhaém. Todos os anos, nos meses de junho e julho, quando costuma chover na região, a população sofre com a falta de estrutura causada pela política da direita golpista, que congelou os gastos para que os bancos se apropriassem de todo o orçamento estatal.

Send this to a friend