Rompimento de barragem
Em meio à pandemia de coronavírus, moradores de Barra de Guabiraba ficam sem local para morar
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
barragem
Rompimento de barragem em Barra de Guabiraba | Foto: Divulgação/Internet

Pelo menos 1,2 mil pessoas ficaram desalojadas na cidade de Barra de Guabiraba após o rompimento da barragem de Sairé, localizada no Agreste Pernambucano. O rompimento atingiu outras cidades do Agreste e também da Zona da Mata, por onde passa o Rio Sirinhaém. Todos os anos, nos meses de junho e julho, quando costuma chover na região, a população sofre com a falta de estrutura causada pela política da direita golpista, que congelou os gastos para que os bancos se apropriassem de todo o orçamento estatal.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas