Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Neste último dia 13 de janeiro ocorreu em todo o país o dia nacional de mobilização contra a condenação do ex-presidente Lula, em defesa de sua candidatura. O dia foi parte do calendário nacional de mobilizações definido pela organizações que estão na luta contra o golpe, como a Frente Brasil Popular e a Central Única dos Trabalhadores, a CUT. De acordo com a presidenta do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann, foram formados em todo o país mais de 500 comitês de luta em defesa da democracia e de Lula.

A iniciativa do PT é extremamente correta. A formação dos comitês de luta é parte fundamental da mobilização dos trabalhadores e de toda a população contra o golpe de estado. Somente com fortalecimento dessa iniciativa, a formação dos comitês, a mobilização nas fábricas, nos bairros populares, nas escolas é que se poderá dar início a um movimento amplo contra os golpistas.

A presidenta do PT apontou nesse sentido ao defender a formação dos comitês e a necessidade de realizar uma manifestação gigantesca em Porto Alegre no próximo dia 24.  “Tem um sentido político muito grande, porque toda essa população que vota no Lula precisa de um espaço político para discutir. E nós estamos organizando, nós estamos organizados e vamos em massa para Porto Alegre”, disse Gleisi Hoffmann.

É necessário, portanto, ampliar e multiplicar a formação dos comitês de luta contra os golpistas e contra a prisão de Lula e, no próximo dia 24, sem vacilação, levar milhares e milhares de pessoas de todo o país para Porto Alegre e impedir que os golpistas condenem o ex-presidente Lula.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas