África
Conflito gera milhares de refugiados que crescem diaramente; pressão imperialista gera o conflito
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
A África é o continente que mais sofre com a rápina do neoliberalismo | Foto: Reprodução
A África é o continente que mais sofre com a rápina do neoliberalismo | Foto: Reprodução

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) relatou na sexta-feira que o conflito armado na Etiópia, que começou em novembro passado, deixou até agora mais de 40.000 deslocados que em grande parte fugiram para o Sudão. do Sul 

O organismo é ligado à Organização das Nações Unidas (ONU) e destacou que o número de pessoas que fogem da crise política e social aumenta a cada dia, agravando a situação migratória de milhares de crianças, idosos e mulheres gravidaz. 

A pandemia do coronavírus coloca em risco a saúde dos etíopes, agravando a situação crítica. Uma vez que não recebem os devidos cuidados de saúde dos órgãos competentes, bem como a insegurança alimentar dos atingidos. 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas