Mais de 2 mil fechadas: golpe está desmontando indústria nacional

20180630_143742

Na última semana saíram dados de uma pesquisa realizada pela Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cujo objetivo foi analisar a situação da indústria nacional após o impeachment fraudulento de Dilma Rousseff.

O estudo foi feito analisando dados entre dezembro de 2015 até o final do ano de 2016. Os dados, consolidados pela Pesquisa Industrial Anual, apontam que, no período, foram mais de 2.085 indústrias fechadas, ocasionando um desmonte de 400.836 postos de trabalho.

A pesquisa analisou 29 setores. Destes, pelo menos 26 tiveram postos de trabalho afetados pelo encerramento das atividades. Concomitante cresceu o desemprego posterior ao golpe, sendo mais de 7 milhões de desempregados no país.

A lava jato teve um papel fundamental no desmonte da indústria nacional, atendendo aos interesses imperialistas de destruir importantes setores do parque industrial. A operação que destituiu a presidenta, democraticamente eleita, também prendeu lideranças populares, além de piorarem drasticamente a condição de vida dos trabalhadores.

A pesquisa também demonstrou as áreas mais afetadas pela direita golpista: mineralogia (-23,2%) e fabricação de equipamentos de transporte (-18,7%).

Logo a luta contra o golpe é fundamental. Barrar a atuação da direita é garantir melhores condições de vida e trabalho a população. Sabe-se que o único capaz de enfrentar e derrotar os golpistas nas eleições é Lula. Nesse sentido é importante lutar por sua liberdade e sua eleição, como parte fundamental da luta contra o golpe.