Marcha mesmo durante pandemia
Estiveram presentes as mães dos desaparecidos de uma escola em 2014, em que 43 adolescentes desapareceram após realizarem protestos estudantis
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Wotancito / CC BY-SA (https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0)
Marcha de 2019. Foto: Wotancito / CC BY-SA / Wikimedia Commons |

Da redação – A tradicional Marcha dos Desaparecidos, que ocorre todos os anos no México no dia que coincide com o dia das mães, ocorreu normalmente apesar do coronavírus. As mulheres mexicanas marcharam pela capital mexicana lembrando dos desaparecidos no país e cobrando do estado que se identifique os mais de 37 mil corpos encontrados no país que são dados como identificados.

Estiveram presentes na marcha as mães dos 43 adolescentes que desapareceram da Escola Normal Rural de Ayotzinapa, após serem perseguidos pela polícia municipal quando realizavam protestos estudantis.

A marcha prova que é possível realizar atos públicos mesmo em meio à pandemia do coronavírus quando se toma as devidas medidas de segurança.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas