Maduro, na ONU: “crise humanitária” é pretexto para atacar a Venezuela

maduro3

Em um de seus discursos mais combativos na Assembleia-Geral da ONU, nesta quarta-feira (26), o presidente Venezuelano comparou o esquema dos EUA de criar uma crise migratória na Venezuela é similar ao que foi usado no Iraque. Em 2003 no governo de George W. Bush os EUA usou como pretexto acusação de armamento de destruição em massa para sua intervenção no país.

Maduro acusa o governo do Estados Unidos de criar uma distração para tirar o foco de uma verdadeira crise entre os países do sul e sobre a política migratória controlada rigidamente pelo governo norte-americano. Em abril deste ano o presidente Trump separou 3.000 crianças de seus pais por tentarem cruzar a fronteira entre Estados Unidos e México. A repercussão dessa notícia criou indignação mundial.

Os EUA são especialistas em criar pretextos para seus ataques sobre os países da América Latina. Essa especialidade também é usada contra o povo de seu próprio país como por exemplo a guerra contra as drogas que foi pretexto para o encarceramento do povo negro e latino.