Morte de Diego Maradona
Presidente venezuelano envia condolências oficiais ao povo argentino e chama Maradona de irmão e partidário de Chávez, Fidel, Evo e da revolução bolivariana.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Maradona e Chavez (1)
Maradona, com camisa que hostiliza George W. Bush "criminoso de guerra", e Hugo Chávez. | Foto por: reprodução.

O presidente da Venezuela Nicolás Maduro enviou uma carta ao presidente da Argentina, Alberto Fernandez, direcionada ao povo argentino enviando suas condolências e homenageando a grande figura de Diego Maradona “dentro e fora dos gramados”.

Na carta, Maduro ressalta que Maradona como defensor dos povos oprimidos e “filho de Fidel, irmão de Hugo Chávez e Evo Morales e seu próprio” bem como um defensor do chavismo e da revolução bolivariana.

Leia a carta abaixo (postada no twitter do presidente argentino):

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas