Venezuela
O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, frente aos crescentes ataques da extrema-direita em todo o território latino-americano, toma a correta atitude de armar os trabalhadores
In this handout photo released by the Miraflores Presidential Press Office, Venezuela's President Nicolas Maduro flashes a V for Victory hand gesture after arriving at the Fort Tiuna military base in Caracas, Venezuela, Wednesday, Jan. 30, 2019. Since opposition leader Juan Guaido declared himself interim president last week with the support of the U.S. and other nations, Maduro has appeared almost daily on state TV with his military, projecting an image of invincibility even as international pressure against him builds. (Marcelo Garcia/Miraflores Presidential Press Office via AP)
Maduro em meio aos militares venezuelanos |

Nicolás Maduro, presidente da Venezuela, ordenou a entrega de 13 mil fuzis para os trabalhadores do leste da Venezuela, incentivando os trabalhadores a organizar cada vez mais a sua própria defesa frente qualquer tipo de tentativa de intervenção estrangeira  ou de ataques da extrema-direita.

Longe de capitular como acontece com muitos líderes da América Latina frente ao crescimento da extrema-direita (impulsionada pelo imperialismo mundial, principalmente o dos Estados Unidos), Maduro distribui armas para que os próprios trabalhadores consigam se defender, o que deixa a tarefa de golpistas como os bolivianos bem mais difícil, pois atirar em quem está desarmado é fácil, mas em quem está armado é complicado.

Não é a primeira vez que Maduro age de maneira a proteger o território venezuelano dessa forma nesse ano, este diário já noticiou alguns outros atos de distribuição de armas para a classe trabalhadora, como é possível ver nos links abaixo.

https://www.causaoperaria.org.br/maduro-distribui-dezenas-de-milhares-de-fuzis-para-o-povo/

https://www.causaoperaria.org.br/e-assim-que-se-faz-maduro-entrega-320-mil-fuzis-a-milicia-popular/

Relacionadas