Menu da Rede

EUA quer Maduro morto

Maduro denuncia plano para assassiná-lo no dia das eleições

Nicolás Maduro denuncia a participação de Ivan Duque na elaboração de um plano para assassiná-lo

Tempo de Leitura: < 1

Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro – Reprodução

Publicidade

Nesta terça-feira (08), Nicolás Maduro, presidente da Venezuela, denunciou o plano para assassiná-lo durantes as eleições parlamentares. A operação foi planejada para acontecer em local e horário específico. Por isso, o presidente Maduro foi obrigado a transferir seu local de votação, habitualmente em Catia (oeste de Caracas), para um Complexo Militar de alta segurança. O presidente venezuelano afirmou que Ivan Duque, presidente colombiano, participou da elaboração do plano direto da Casa de Nariño, Palácio do Governo da República em Bogotá. O governo fascista da Colômbia tem sido o mais importante aliado do imperialismo norte-americano no plano de varrer o governo chavista da Venezuela.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Mais Lidas
[wpp range="last24h" limit="3"]
NA COTT

Análise Política na TV 247, com Rui Costa Pimenta (Reprise)

0 Visualizações 27 minutos Atrás

Watch Now

Send this to a friend