Maduro denuncia imperialismo: “ataques diplomáticos, midiáticos, políticos, econômicos e financeiros”

Maduro3

Da redação – O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, denunciou ao mundo que seu país está submetido a um nível estratosférico de ataques de vários tipos levados à cabo pelo imperialismo que buscam subjugar o povo venezuelano. As ações do presidente legitimamente eleito pelo povo, aconteceu durante a cerimônia de entrega do Prêmio Nacional de Jornalismo Simón Bolívar 2018, realizado nesta quarta-feira (27) no Panteão Nacional, no oeste de Caracas.

“Nunca antes nosso país foi submetido a uma operação mundial de ataques diplomáticos, midiáticos, políticos, econômicos, financeiros e ameaças permanentes, a revolução tem conseguido enfrentá-los enquanto mantendo o curso constitucional”, disse o presidente.

O líder da revolução bolivariana afirmou também que em seu país existe uma democracia eleita pela grande massa da classe trabalhadora, que sofreu ataques nas últimas duas décadas da burguesia nacional e internacional, a mesma que enterrou comida, papel higiênico para destruir a economia do país. Esse processo de guerra contra a população levou o país a ter que realizar 24 eleições nesse período.