Luta contra o imperialismo
Segundo o presidente do país caribenho, o alto funcionário do governo norte-americano está “em turnê” para angariar votos, às custas da guerra com a Venezuela

Por: Redação do Diário Causa Operária

Nicolás Maduro, o presidente venezuelano, declarou à estatal VTV que a visita do secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, aos países fronteiriços com a Venezuela na América do Sul seria uma “turnê de guerra” contra a Venezuela, que “fracassou”.

Ele denunciou o fato de que Mike Pompeo está visitando países como Brasil, Colômbia, Suriname e Guiana, para agitá-los em favor de uma guerra contra a Venezuela, com a qual todos estes países fazem fronteira. Ele afirma o compromisso de seu governo com a paz, mas faz um apelo às Forças Armadas para que estejam prontas para qualquer provocação:

“Na Venezuela somos feitos para a luta, para a resistência, para a força espiritual, a Venezuela nunca se renderá!”

Send this to a friend