Vanguarda na luta da juventude
Iniciativa da AJR, os Comitês de Luta Estudantil foram formados para organizar uma mobilização massiva e combativa da juventude. Participe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
cfa1782e-6f91-4965-86bd-d7e021ffef76
Faixa do Comitê de Luta Estudantil RJ, em ato chamado pelo próprio na luta pelo Fora Bolsonaro. | Foto: Comitê de Luta Estudantil RJ

Os Comitês de Luta Estudantil foram criados em todo País para servirem como armas dinâmicas para os estudantes e a juventude trabalhadora contra a destruição impulsionada pelo bolsonarismo e pela direita golpista.  A iniciativa é dirigida pela Aliança da Juventude Revolucionária (AJR), e tem como objetivo criar uma alternativa independente para a juventude se organizar politicamente. Para isso, é necessário superar a política vigarista da pequeno-burguesa que controla e arquiteta a paralisia do movimento mais combativo do País. Só assim será possível combater a investida nefasta da burguesia, que agora aprofunda-se na destruição do ensino público, das condições de trabalho e no genocídio da juventude.

Diferente da maioria das organizações do movimento estudantil, os comitês são, invariavelmente, organismos de ação. Seguindo o programa da AJR, eles mobilizam e direcionam uma greve nacional contra os ataques do neoliberalismo. Entre os eixos principais do programa estão, a luta contra o ensino à distância, que representa uma enorme limpeza social nas escolas e universidades, já para encaminhar o desmonte da educação pública, uma mobilização urgente para barrar a volta às aulas sem uma efetiva vacinação em massa, e, principalmente, para derrubar o governo ilegítimo de Bolsonaro e de todos os golpistas. 

Aqui é importante salientar, que os comitês defendem a suspensão do calendário letivo. Toda a programação escolar e acadêmica foi imposta ditatorialmente pelas direções e as reitorias subordinadas ao bolsonarismo. Qualquer calendário, ainda mais no meio da crise catastrófica, deve ser aprovado por uma gestão tripartite nas instituições de ensino, nas quais os estudantes, os professores e os técnicos devem organizar todos os recursos e as atividades do ambiente escolar. Isso ainda, reforça a importância da greve, que ao invés de ter um fim em si mesmo, possibilita a formação de uma organização competente para assumir tal tarefa.

Assim, para muito além de um grupo de discussões, os comitês organizam semanalmente grupos de trabalho com impressos, redes sociais e convocação. O indispensável, que precisa ser amplamente defendido, é o trabalho das centrais de ligação. Ele consiste em atividades coletivas de convocação para os atos, assembleias, reuniões e para a própria greve, no qual os militantes do comitê contatam uma série de pessoas para engajá-las, também, na luta política.

Além dessa característica fundamental, os comitês também são organizações suprapartidárias, ou seja, predispõem a entrada de diversos partidos políticos em suas reuniões e atividades. Entretanto, isso só é válido, obviamente, para partidos de esquerda, cujos militantes estejam interessados em organizar a greve, os piquetes e o levante necessário para levar a frente o programa discutido.

Os Comitês foram formados em todas as regiões do País, com destaque para o primeiro, formado no Distrito Federal, que encabeçou as primeiras greves contra o ensino à distância, a volta às aulas e o Fora Bolsonaro. Vale citar também, a campanha de porta em porta para fortalecer as comunidades populares em aliança com o Comitê do Sul, os mutirões no CRUSP organizados pelo Comitê de São Paulo e os atos semanais impulsionados pelo Comitê do Rio.

Por isso, venha lutar com a AJR e os Comitês de Luta Estudantil em todo País. Para assim, participar de uma frente única, combativa, classista, e revolucionária contra Bolsonaro, todos os golpistas, e burguesia parasitária do imperialismo.

Greve nacional da educação já! Fora Bolsonaro e todos os golpistas!

Para participar dos comitês, entrem em contato com: 11 933850460, 11 999269142 ou 11 974771917.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas