Menu da Rede

Nordeste saiu às ruas pelo fora Bolsonaro

Neste sábado

Lutar pela reversão de todas as privatizações

Lutar pela reversão de todas as privatizações

Uma das principais bandeiras que devem ser levantadas é pela reestatização das empresas entregues aos capitalistas – Foto: Jagz Mario

Publicidade

O Senado aprovou, nessa quinta-feira, dia 17, a Medida Provisória que permite a privatização da Eletrobrás, responsável por 37% da capacidade energética do País. Ao privatizar a empresa, o governo Bolsonaro e os golpistas que estão no Congresso Nacional transformam totalmente o serviço de energia elétrica em algo privado.

Trata-se de uma aliança entre Bolsonaro e os que se dizem opositores ao seu governo, a direita tradicional no Congresso. Uma aliança entre “negacionistas” e “científicos”, “obscurantistas” e “iluministas”, “fascistas” e “democratas”, “bárbaros” e “civilizados”. Pois é assim que a imprensa burguesa pinta as duas faces da mesma moeda que hoje controlam o regime golpista de conjunto.

Quando se trata de aprofundar os ataques contra o povo brasileiro, Bolsonaro e seus “opositores” do PSDB-DEM-MDB e Cia. largam suas divergências e entram em um acordo. Quando se trata de entregar as empresas estatais aos capitalistas, de entregar as riquezas nacionais ao imperialismo, todos eles abanam o rabo e atendem às ordem da burguesia nacional e internacional.

As companhias energéticas na maioria dos estados já foram privatizadas pelos governos. Essa privatização está resultando no aumento dos preços das tarifas e na piora dos serviços. A população já está sentindo isso na pele, tendo de pagar mais de 6 reais a mais por 100 kWh consumidos (esse valor aumentará para mais de 7 reais em breve, segundo projeções do próprio governo).

As privatizações são um crime contra o povo, um crime contra as riquezas do País. A privatização é sinônimo de roubo. Os políticos da burguesia entregam as empresas nacionais para os capitalistas estrangeiros.

A Eletrobrás não é a única empresa que está na mira das privatizações. Os Correios, por exemplo, já estão em processo de privatização. O Banco do Brasil e a Caixa Econômica também estão sendo preparados para a privatização, com milhares de demissões e reestruturação. Sem falar da Petrobrás, que está sendo desmontada.

Todos esses crimes contra o País só podem ser combatidos com muita mobilização não apenas dos trabalhadores dessas empresas, mas de toda a população.

Para realmente mudar o Brasil, é preciso frear as privatizações e exigir a reestatização do que foi privatizado pelos governos anteriores, principalmente pelo governo tucano de FHC, devastador-mor do País. E do jeito como o País está sendo conduzido, já estamos retrocedendo para a Era FHC, quando apagões eram rotina, assim como as demissões em massa, a pobreza, a fome e a submissão total do Brasil diante do imperialismo.

Esse deve ser um tema central das manifestações que estão na rua neste sábado. A mobilização contra o governo Bolsonaro deve conter as reivindicações populares, deve levantar a luta contra a devastação que os golpistas estão realizando no País. E para impedir tamanho retrocesso que estamos vivendo, é preciso derrubar Bolsonaro e o regime golpista de conjunto, pois a privatização da Eletrobrás comprova que um governo do PSDB ou de qualquer outro partido de direita, estando à frente do governo ou em coalizão, seria um governo de continuidade do golpe, de continuidade de Bolsonaro, sem grandes mudanças.

É preciso derrubar Bolsonaro e construir um governo de trabalhadores, pois os trabalhadores e os oprimidos são os únicos verdadeiros interessados no bem-estar da população, no emprego, na saúde e nos serviços destinados ao povo.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.