Luta de classe se escancara entre candidatos trabalhadores e da burguesia na declaração de bens

henrique meirelles

Da redação – Após o fechamento do prazo para as candidaturas das eleições gerais de 2018 ficou claro mais uma vez a luta de classe existente no cenário político brasileiro. A maioria dos candidatos declara não ter nenhum bem e uma minoria declara ser milionária, ou como alguns poucos, bilionária.

Isso não significa que os que não declaram bens sejam defensores da classe trabalhadora em sua essência, mas os dados demonstram que todos os milionários, sem exceção, defendem o atual estado de coisas, ou no máximo têm alguma proposta mirabolante para ser dita à população incauta, algo do tipo: “vamos tirar o nome do SPC de todo cidadão que estiver endividado”.

No atual cenário político e econômico brasileiro, mais do que nunca é necessário saber de que lado ficar nesse momento. Quem não é milionário deve ter bem claro de que lado está. Lutar contra a burguesia deve ser o objetivo de cada trabalhador, somente atingindo esse objetivo será possível se livrar dos parasitas sociais.