Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Antes mesmo do golpe de Estado no Brasil, o imperialismo já havia tentado por diversas vezes invadir e tomar de assalto a Venezuela, por ser um ponto estratégico para o domínio da América Latina e por conta do petróleo que o país possui.

Os golpistas na Venezuela sofreram uma série de derrotas, dentro e fora das eleições do país, mas, diante da importância do território para os capitalistas internacionais, o assédio contra o povo venezuelano e Nicolás Maduro não cessa.

Nesse meio tempo, o imperialismo investiu contra o Brasil, derrubando a presidenta eleita, Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores, atacando direitos elementares do povo e, agora, querem prender Lula e ampliar a dominação dos militares por todo o Brasil, posto que já estão no Rio de Janeiro, nas chamadas “aproximações sucessivas”.

É diante disso que o ex-presidente Lula, com toda a razão, afirmou ao Jornal do Brasil “que os Estados Unidos não têm que ficar ameaçando a Venezuela, que o Brasil não tem que ficar ameaçando à Venezuela”.

Ele se refere também ao Brasil tendo em vista que o Poder Executivo, agora, está nas mãos dos golpistas, que, por sua vez, estão a serviço do imperialismo. Assim, podem e devem servir como cães de guarda da direita contra a Venezuela na América do Sul.

A fala do ex-presidente coloca em questão a luta contra o golpe de Estado, no Brasil e na Venezuela. A necessidade de se organizar contra o imperialismo golpista, que tem nestes dois países seus principais alvos neste momento.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas