Dilma
Em entrevista, Dilma coloca Lula como o candidato mais forte em 2022
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Former Brazilian President Dilma Rousseff speaks during a news conference in Rio de Janeiro, Brazil March 26, 2018. REUTERS/Pilar Olivares
Dilma Rousseff | REUTERS

Em entrevista ao canal Opera Mundi, a ex-presidente Dilma Rousseff falou sobre a operação Lava Jato e a retirada dos direitos políticos de Lula e questiona “se vivemos numa democracia, o que faz o Congresso e o Supremo que deixam Lula numa situação de verdadeiro purgatório?”. Dilma denunciou a perseguição arbitrária sofrida por Lula o colocando como “o candidato mais forte para derrotar Bolsonaro em 2022”.

Durante a entrevista, a ex-presidente se colocou também contra a proposta de frente ampla com setores da direita golpista para supostamente barrar a reeleição de Jair Bolsonaro.

Em sua opinião o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM) “pode ser muito melhor do que foi Eduardo Cunha, mas não é um democrata. Maia contempla a visão do golpe e o tratamento que dão a Lula”, concluiu.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas