maxresdefault

Em entrevista concedida a Bob Fernandes, divulgada na TV Educação da Bahia, na sexta-feira (16), o ex-presidente Lula declarou que a Lava Jato foi criada para entregar o petróleo do Brasil aos Estados Unidos. “Criaram a Lava Jato para entregar o nosso petróleo, é uma vergonha”, enfatizou Lula. Isto é, como já ficou clara com a ligação de Sérgio Moro ao Departamento de Justiça norte-americano (DoJ, em inglês), a Lava Jato é uma operação imperialista.

Lula está certo. Os alvos da operação Lava Jato são empresas brasileiras de grande porte, como as empreiteiras (Odebrecht, OAS e assim por diante) e a própria Petrobrás, e grupos políticos ligados a interesses da burguesia nacional ou da esquerda. Uma forma do imperialismo liberar o terreno econômico e político para a dominação imperialista no país. Desta forma, persegue-se políticos ligados a interesses nacionais e destrói-se empresas importantes da economia nacional, sejam elas públicas ou privadas. Tudo isso para facilitar o controle de países estrangeiros na economia e na política brasileira.

Além disso, nesta primeira entrevista de Lula a uma TV pública, o ex-presidente ainda aproveitou para atacar o governo Bolsonaro. “O que mede a qualidade de uma nação não é o tamanho do território, mas sim  a qualidade de vida das pessoas.  Enquanto isso, o presidente fica fazendo palhaçada o tempo inteiro, isso é inaceitável”, segundo o preso político. E ainda afirmou que não irá pedir progressão de pena por idade, leituras e bom comportamento, pois quer sair da prisão inocentado. “Não vou pedir, porque quero minha inocência. Quero sair daqui 100% inocentado”, afirmou de forma correta o ex-presidente.