Lula denuncia à BBC: “Moro sabia que se agisse de acordo com a lei, eu seria eleito presidente”

lula

Da redação – Em entrevista através de cartas para a BBC, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) denunciou que foi preso para impedirem que vencesse as eleições presidenciais de 2018, configurando-se um processo fraudulento que elegeu o candidato de extrema-direita Jair Bolsonaro (PSL) e que agora prepara um plano de ataques contra o povo junto aos militares que aprofundam o regime golpista.

Lula afirma que o juiz golpista Sergio Moro “fez política e não justiça”, o que demonstrou uma perseguição política contra ele e o PT. “Moro sabia que, se agisse de acordo com a lei, teria que absolver-me e eu seria eleito presidente. Então ele fez política e não justiça e agora se beneficia disso”, aproveitando para alertar os brasileiros que, “se isso pode ser feito para um ex-presidente”, pode ser feito com os políticos da esquerda que brincaram de eleição no último período e não denunciam sua prisão política – muito menos lutam na rua por sua liberdade.

É preciso denunciar amplamente o golpe, a prisão política de Lula, o aumento da perseguição aos trabalhadores, o avanço militar e criar comitês de luta contra o golpe para agir nas ruas.