Lula conta como perdeu o dedo e evidencia sofrimento e evolução da classe operária brasileira

BRAZIL-POLITICS-LULA

Em um vídeo postado esta semana na sua página oficial nas redes sociais, o ex-presidente Lula, durante uma entrevista com o apresentador Jô Soares, conta como perdeu dedo mínimo da mão esquerda. Lula conta que quando trabalhava no turno noturno, às três da manha em uma fábrica, como torneiro mecânico, estava fazendo a manutenção de uma prensa transversal, quando outro companheiro de trabalho teria se descuidado e soltado a mão da prensa, esmagando seu dedo.

Lula relata ainda que somente conseguiu ser atendido às 7 horas da manhã no hospital e que o médico achou por melhor retirar o dedo fraturado por inteiro. O relato do ex-presidente revela uma realidade comum de milhões de operários brasileiros, os quais se submetem para sobreviver às péssimas condições de trabalho nas fábricas, sem qualquer segurança e qualquer direito.

O fato da classe trabalhadora brasileira ter conseguido eleger um operário para a presidência da república também evidencia, entre outras coisas, a evolução e o desenvolvimento político dos trabalhadores brasileiros, ao contrário da tese defendida pela esquerda pequeno-burguesa, de que os trabalhadores brasileiros são ignorantes politicamente. É preciso lembrar sempre que a classe operária iria eleger Lula novamente para um terceiro mandato, mesmo estando preso, e sendo um alvo de uma intensa campanha de perseguição política. Lula só não foi eleito devido ao golpe levado a diante pela direita, a qual foi obrigada a passar por cima das leis, da Constituição para garantir que um representante da direita golpista chegasse ao governo.

Nesse sentido a luta pela liberdade de Lula está no centro da situação política nacional. A liderança de Lula é produto das lutas históricas travadas pela classe operária brasileira contra os patrões e a burguesia, isso explica também a enorme perseguição política que Lula sofreu e sofre. É preciso mobilizar a população em defesa de sua liberdade.

Confira o vídeo: