Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Todo mundo sabe que o avanço da direita sobre o regime político, sobre os direitos democráticos e sobre o conjunto da população é cada vez maior, e mesmo nessas condições a esquerda pequeno-burguesa age como se não estivesse acontecendo nada. A esquerda pequeno-burguesa está em total delírio!

Manuela D’Avila, pré-candidata pelo PCdoB, parece estar vivendo em um universo paralelo, bem distante da realidade. Além de se declarar a candidata da “harmonia” e da “concórdia”, dessa vez Manuela disse que a esquerda tem tudo para ganhar as eleições de 2018. Essa declaração demonstra que a esquerda pequeno burguesa se afunda cada vez mais em suas confusões, tanto em relação as eleições quanto em relação a prisão de Lula.

Estes setores da esquerda pequeno-burguesa, os quais nunca lutaram contra o golpe de fato, só enxergam seus próprios interesses. É um erro da esquerda pequeno-burguesa lançar candidatura própria neste momento e contexto de golpe.

Lula deve ser mais que um candidato eleitoral, precisa ser a liderança mobilizadora e unificadora da classe oprimida para lutar contra o golpe. Aí sim a eleição poderá e deverá fazer parte desse processo. Mas não como elemento prioritário, até porque todo o processo eleitoral será controlado pelas mesmas pessoas que deram o golpe de Estado.

Dividir a classe trabalhadora e reduzi-la a eleições, neste momento, em pleno golpe de Estado, é (e será) um erro histórico da esquerda no país.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas