São Bernardo do Campo
Cubanos coletaram mais de 2 milhões de assinaturas em apoio ao ex-presidente brasileiro

Por: Redação do Diário Causa Operária

Em resposta a uma pergunta feita durante a coletiva de imprensa após a anulação dos processos da Operação Lava Jato, Lula agradeceu o apoio recebido pelo Estado Operário de Cuba e pelo regime chavista venezuelano:

“Eu esqueci de agradecer ao presidente de Cuba, o presidente Díaz-Canel, que, em poucos dias, conseguiu pegar 2,35 milhões de assinaturas em solidariedade à minha pessoa. Eu quero agradecer ao presidente Maduro, que teve a dignidade de me ligar, desejando solidariedade. E eu, também, muito solidário a ele, porque acho que os americanos não têm que se meter na Venezuela, no Haiti, na República Dominicana, no Brasil, em Cuba… Os americanos que se metam nos Estados Unidos e deixem cada um cuidar do seu país”.

Send this to a friend