Não ao golpe imperialista
Campanha contra Lukashensko é a velha campanha da direita golpista, baseada no “combate à corrupção” e contra a favor da “liberdade”
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
lukashensko
Alexander Lukashenko | Foto: Dmitri Lovetsky/AP Photo

Neste domingo (16), o presidente de Belarus, Alexander Lukashenko, anunciou que não irá, sob hipótese alguma, convocar novas eleições. O presidente tem sido vítima de uma intensa campanha do imperialismo contra o seu governo. Lukashensko foi reeleito recentemente, com amplo apoio popular, mas a oposição golpista e pró-imperialista contestou o resultado e tem organizado várias manifestações.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas