Londres: atos internacionais exigem liberdade para Lula

londres

Da redação – Os integrantes do Comitê de Combate ao Golpe e Liberdade de Lula Freedom4LulaUK (Londres), junto a integrantes do Comitê de solidariedade à Lula chamado Free Lula e ativistas latino americanos, organizaram atos para o dia 13 de agosto das 17:00 as 20:00 (hora local) na capital inglesa. Para unificar toda comunidade de ativistas brasileiros, latino-americanos e sindicalistas locais e membros do Labour Party. E o Freedom4LulaUK chamou também (seguindo a sugestão do PCO) um ato para o dia 15 no mesmo horário junto à mesma audiência. 

Luiz Inácio Lula da Silva, a principal liderança popular brasileira da atualidade, destacou-se como líder operário na década de 1970 e quando foi presidente do Brasil suas políticas sociais de enfrentamento à fome e à pobreza ficaram conhecidas internacionalmente.

Após o Golpe de Estado, que em 2016 afastou injustamente a presidenta Dilma Rousseff, a ofensiva conservadora também se dá pela criminalização das lideranças populares do país. Na continuidade deste processo, Lula recebeu uma absurda ordem de prisão em abril, após ser condenado injustamente em janeiro deste ano, em um processo sem provas materiais e repleto de anomalias jurídicas.

Lula já leva mais de cem dias preso em uma cela individual na sede da Polícia Federal na cidade de Curitiba, onde recebe carinhosamente as muitas notícias das manifestações, em todos os cantos do mundo, em solidariedade e pela sua Liberdade imediata.

No dia quinze de agosto de 2018, as organizações e militantes brasileiros que lutam pela liberdade de Lula e seu direito de ser candidato, se mobilizarão para acompanhar o registro de sua candidatura à presidência. Nos dias anteriores, as manifestações internacionais de solidariedade serão fundamentais.
Dessa forma, convocam toda a comunidade internacional que defende a democracia e os direitos humanos – governos, organizações sindicais, sociais e populares, ativistas, artistas, intelectuais, religiosos, jornalistas, políticos, etc. –, para sair às ruas.

Veja o evento no facebook à seguir:

https://www.facebook.com/events/640420319659190/

Segue o texto encontrado na página do evento:

Denunciar que Lula é um preso político do Golpe de Estado no Brasil e lutar pela Liberdade imediata de Lula e pelo seu direito de ser candidato à presidente;
– Organizar mobilizações em frente às embaixadas e consulados brasileiros no exterior;
– Entregar Cartas e declarações pela Liberdade de Lula, assinada por organizações, líderes populares, intelectuais, parlamentares, etc.;
– Dar visibilidade nas redes sociais das hashtags #LulaLivre #FreeLula #LulaLibre;

13 de Agosto de 2018

Luiz Inácio Lula da Silva, a principal liderança popular brasileira da atualidade, destacou-se como líder operário na década de 1970 e quando foi presidente do Brasil suas políticas sociais de enfrentamento à fome e à pobreza ficaram conhecidas internacionalmente.
Após o Golpe de Estado, que em 2016 afastou injustamente a presidenta Dilma Rousseff, a ofensiva conservadora também se dá pela criminalização das lideranças populares do país. Na continuidade deste processo, Lula recebeu uma absurda ordem de prisão em abril, após ser condenado injustamente em janeiro deste ano, em um processo sem provas materiais e repleto de anomalias jurídicas.
Lula já leva mais de cem dias preso em uma cela individual na sede da Polícia Federal na cidade de Curitiba, onde recebe carinhosamente as muitas notícias das manifestações, em todos os cantos do mundo, em solidariedade e pela sua Liberdade imediata.
No dia quinze de agosto de 2018, as organizações e militantes brasileiros que lutam pela liberdade de lula e seu direito de ser candidato se mobilizarão para acompanhar o registro de sua candidatura à presidência. Nos dias anteriores, as manifestações internacionais de solidariedade serão fundamentais.