Alinhamento com Bolsonaro
O que já estava claro antes das eleições, agora foi ratificado via documento formal. Alinhamento entre presidentes do Congresso Nacional e o governo genocida.

Por: Redação do Diário Causa Operária

O deputado Arthur Lira (PP-AL) e o senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), na condição de novos presidentes da Câmara dos Deputados Federal e do Senado Federal, respectivamente, foram ao Palácio do Planalto reafirmar o compromisso com o programa do governo do genocida e ilegítimo Jair Bolsonaro.

A primeira reunião entre os novos presidentes das casas do Congresso e o governo federal, ocorreu apenas um dia após à eleição e já rendeu compromisso de alinhamento entre os poderes via documento, garantindo que os objetivos do executivo sejam atendidos pelos parlamentares.

Pacheco afirmou “Há outras tantas pautas que faremos alinhamento com o presidente Arthur Lira e outros líderes, após a indicação de todos líderes partidários, para buscar as pautas comuns e de consenso. Então é hoje o início de uma caminhada em conjunto da Câmara dos Deputados e do Senado Federal para apresentar as soluções efetivas para os problemas no Brasil.

No mesmo sentido o Bolsonaro complementou “Esse diálogo não começou agora. Trocamos impressões, e o diálogo começou durante a campanha. Apresentamos sugestões de pautas e que possam ter certeza que o clima é o melhor possível. Imperará harmonia entre nós. Essas sugestões são assuntos voltados para pandemia, saúde, economia e reformas do estado.

A reunião e o alinhamento “automático” entre os novos presidentes do Congresso e o executivo mostra como era claro o alinhamento majoritário, não só dos candidatos, mas também de todo o bloco direitista que elegeu os presidentes com ampla margem.

Porém, o claro alinhamento não permitiu que os parlamentares da esquerda percebessem e tivessem uma política independente da direita golpista, levando-os até, a apoiar Pacheco nas eleições para o Senado.

Send this to a friend