Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Latifundiários do Estado do Pará, ligados a grilagem de terras, madeireiros e o garimpo, estão colocando lideranças do Projeto de Assentamento Extrativista (PAE) Montanha e Mangabal na lista de pistoleiros da região e oferecendo dinheiro para a execução.

As lideranças estão sendo ameaçados pelos latifundiários que tem interesse em suas terras e na exploração de madeira e minérios existentes dentro do Assentamento, que encontra resistência das famílias, e que portanto estão sendo procurados por pistoleiros da região.

As lideranças estão tendo que se esconder longe de suas casas para não serem assassinados, enquanto os latifundiários invadem suas terras para explorar madeira e minérios.

A situação dos sem-terra do PAE Montanha e Mangabal é de extrema preocupação, pois o Estado do Pará é um dos mais violentos contra a população pobre do campo, e este ano vários assassinatos foram cometidos contra sem-terra e indígenas com a cobertura do Estado através do governador golpista, Simão Jatene (PSDB).

Simão Jatene colocou todo o aparato estatal, principalmente a secretaria da Justiça e das forças policiais par atacar os sem-terra. A polícia atua abertamente como segurança dos latifundiários e cometem os crimes bárbaros para impedir a luta pela terra. A secretaria de justiça do Estado se nega a oferecer proteção as vitimas de ameaças de morte, que quase sempre são assassinados, e contam com cobertura do judiciário golpista, que soltam perigosos policiais responsáveis por massacres e ameaças nas ruas para intimidar as famílias sem-terra.

Está sendo montado mais um massacre de lideranças sem-terra no Estado do Pará, com a cobertura total do governador e do judiciário golpista.

É preciso denunciar essa situação e organizar a luta para derrotar os golpistas com a mobilização popular.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas