Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

No dia 07/02, a liderança do Assentamento PDS Rio Jatobá, Carlos Antônio da Silva, foi assassinado com vários tiros em frente a prefeitura de Paranatinga, Mato Grosso. Carlão, como era conhecido, foi assassinado a tiros por pistoleiros em uma motocicleta, na presença de sua mulher, baleada de raspão, e filha.

Carlão já havia registrado diversos boletins de ocorrência em 2017 referentes a ameaças de morte por parte de latifundiários da região e nenhuma medida de proteção foi tomada por parte das autoridades.

O Estado do Mato Grosso vem sendo governado há décadas por latifundiários e golpistas que resultou em um dos estados mais violentos na última década, e que após o golpe de Estado realizado pela direita, está se tornando cada vez mais comuns assassinatos e chacinas no campo.

Após o golpe de Estado, o judiciário golpista comete abertamente as maiores arbitrariedades contra as lideranças populares. Fato que permite e garante que os latifundiários atuem de uma maneira cada vez mais aberta e violenta contra a luta pela terra.

O ano de 2017 foi um dos mais violentos dos últimos 15 anos e em 2018 a violência tende a ser ainda maior. Por isso está na ordem do dia derrotar os golpistas e os latifundiários que tomaram o governo de assalto, para reverter essa ofensiva e avançar na luta pela expropriação das terras.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas