Liderança indígena Pataxó é assassinado no Sul da Bahia

indio pataxó

A liderança indígena da etnia Pataxó Hã-hã-hãe Reinaldo Silva Pataxó, foi assassinado na aldeia Catarina Caramuru Paraguassú, em Pau Brasil (BA). Reinaldo foi assassinado com seis tiros em uma emboscada dentro da terra indígena. A liderança pataxó já tinha sido vereador da cidade de Pau-Brasil e representava sua comunidade na região.

A polícia da região está tratando como disputas entre os indígenas, mas o histórico da Terra Indígena Catarina Caramuru Paraguassú revela outras motivações. Desde 2012, quando foi reconhecida e legitimada pela governo e justiça, a terra indígena vem sofrendo diversos ataques de latifundiários e de representantes dos órgãos estatais.

No ano passado, a prefeitura de Itaju do Colônia perdeu uma ação para reaver imóveis que se encontram dentro da terra indígena.

O assassinato da liderança indígena é mais uma ação de latifundiários interessados em acabar com a Terra Indígena Catarina Caramuru Paraguassú. Os latifundiários atuam de maneira aberta, mas também estimulando brigas entre as aldeias e contratando pistoleiros para desestabilizar a comunidade indígena.